Conselhos

Dor muscular e ingestão de proteínas após um treino

Dor muscular e ingestão de proteínas após um treino


We are searching data for your request:

Forums and discussions:
Manuals and reference books:
Data from registers:
Wait the end of the search in all databases.
Upon completion, a link will appear to access the found materials.

O exercício tem muitos benefícios comprovados para a saúde, como promover a perda de peso e reduzir doenças cardiovasculares, além de criar resultados negativos, como dor muscular. Motivar-se a se exercitar pode ser um desafio se seus músculos ainda estiverem doloridos desde o último treino. Pesquisas mostram que a ingestão de proteínas após o treino ajuda a melhorar a dor muscular, auxiliando no reparo muscular.

O que causa dor muscular?

Durante o treino, o corpo decompõe carboidratos para consumo de energia. Isso produz ácido lático. A dor muscular resulta de um acúmulo de ácido lático e micro lágrimas que danificam a estrutura muscular. A dor muscular começa durante o treino ou várias horas após o treino. A dor muscular de início tardio (DOMS) apresenta 12 a 48 horas após o treino. A dor muscular pode durar vários dias. A intensidade da dor varia de sensibilidade muscular leve a dor debilitante intensa.

Como a proteína ajuda?

Durante o treino, o corpo naturalmente direciona a energia e os aminoácidos para apoiar as contrações musculares e não a síntese de proteínas. Após um treino, os músculos passam por uma fase de recuperação. A fase de recuperação é quando os músculos são reparados. Energia e aminoácidos são usados ​​na síntese de proteínas, o que ajuda a reparar os músculos. As lágrimas musculares que ocorrem durante o treino requerem proteína para restauração. Incorporar a ingestão suplementar de proteínas como parte da rotina pós-exercício alimenta o corpo com os aminoácidos para a síntese protéica. Em um estudo no "Journal of Applied Physiology", pesquisadores da Iowa State University descobriram que os suplementos de proteína pós-exercício demonstraram diminuir a dor muscular.

Quantidades de proteína

A recomendação geral para a ingestão diária de proteínas é de 0,8 gramas por quilograma de peso corporal. A proteína usada em exercícios de resistência precisa ser substituída para apoiar o reparo muscular. O estudo no "Journal of Applied Physiology" demonstra que um suplemento de 10 gramas de proteína para pesos corporais inferior a 81,8 kg (179,96 libras) e 20 gramas de proteína para pesos corporais superiores a 81,8 kg (179,96 libras) reduz a dor muscular

Riscos de saúde

Escolha suplementos de proteína com cuidado. Considere quanta proteína você consome normalmente ao adicionar um suplemento de proteína. Muita proteína aumenta o risco de problemas de saúde, incluindo osteoporose. O excesso de proteína faz com que os rins trabalhem mais, o que representa um risco para indivíduos com problemas renais. A desidratação também pode ocorrer devido ao corpo excretar água para liberar a uréia, que se materializa após a quebra da proteína. Suplementos de proteína, como shakes de proteína, contêm calorias, e calorias não utilizadas se transformam em gordura.



Comentários:

  1. Ardleigh

    Há pequenas observações, é claro... Mas, em geral, tudo é verdade. Bom blog, adicionado aos favoritos.

  2. Graham

    Eu não entendo o que você quer dizer?

  3. Paige

    Eu considero, que você não está certo. Eu sugiro isso para discutir. Escreva para mim em PM, vamos conversar.

  4. Cosmas

    Isso é apenas uma convenção

  5. Ubel

    Obrigado pela ajuda nesta questão, também considero que quanto mais fácil, melhor...

  6. Sullimn

    Que pergunta curiosa

  7. Stosh

    Hoje, me inscrevi em um fórum específico para participar da discussão sobre esse problema.

  8. Weallcot

    Sim, de fato. Então isso acontece. Vamos examinar esta questão.



Escreve uma mensagem